Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

dona-redonda

dona-redonda

Desafio de Escrita dos Pássaros # 2. 12º Tema: Cada um come onde quer e repete se quiser!


redonda

Cada um come onde quer e repete se quiser!

 

Cada um come onde quer

e repete se quiser

E se houver.

Quando sou eu que cozinho,

quero acertar nas quantidades

para que não falta, nem sobre

 

Sento-me à mesa por último,

e levanto-me primeiro,

vou reparando se tem saída

 

se fiz pouco ou estão a comer mais,

como menos para que chegue,

se sucedeu o contrário,

como mais para que não fique

 

e quando não sou a cozinheira

tento não ter mais olhos que barriga

 

Para completar texto, segue receita do arroz de bacalhau que foi hoje o jantar para quatro:

- coloquei as duas postas de bacalhau congelado com a pele por cima, alho esmagado e um pouco de azeite, água a ferver por cima - depois tirei a pele e espinhas;

- estrugido ou refogado - cebola e alho picados e azeite, pedacinho de pimento vermelho, tomate triturado, vinho branco, água, bacalhau, arroz, sal, pimenta, óregãos e coentros, e arroz (não sobrou nada :).

 

Desafio de Escrita dos Pássaros # 2.11º Tema: Actualizem-me por favor


redonda

Actualizem-me, por favor! 

 

Como escrever um texto em que peço para ser actualizada quando a maior parte do tempo acho que o estou ser, e na menor, penso que não o quereria ser.

Poderia ser um actualizem-me, por ter entretanto aparecido um  medicamento a curar todos os casos em menos de 24 horas, sem sequelas nem efeitos secundários.e ser tão fácil de fazer que rapidamente chegava a todo o lado.

Entretanto, e na sequência de post anterior na dona-redonda.blogspot posso trazer para aqui também enquanto actualização, recente constatação, além de mais gordinhos estamos a ficar também mais cabeludos. 

E se isto continuar assim e não voltarem a abrir os consultórios de estomatologistas também iremos ficar desdentados.

Desafio de Escrita dos Pássaros # 2.10 Tema: Não tenho tempo para te aturar


redonda

Não tenho tempo para te aturar

 

Talvez tenha ouvido isso quando era criança, mas seria meio a brincar.

Não me lembro de alguma vez o ter dito a alguém a sério, talvez possa tê-lo dito também a brincar.

Sobre o tempo é engraçado como desde o isolamento social voluntário (desde 12 de Março) em que passei a trabalhar, e muito menos, em casa, se primeiro me pareceu que tinha muito tempo, depois, fui enchendo os dias com o habitual, ainda que em ritmo mais lento, e parece-me que fiquei na mesma sem tempo.

Por isso ainda que continuando a gastar o tempo e não o tendo, vou tratar de arranjá-lo para aturar todos os futuros, imaginativos e desafiadores desafios de escrita dos Pássaros :)

Desafio de Escrita CNEC 20/48 - 4/10 A Mensagem


redonda

 

Primeiro era só uma suspeita.

O dinheiro era pouco e tinha tido de alugar um quarto. Passara a ter um hóspede. Recomendara-lhe que dissesse aos vizinhos que era seu primo. Não podia dar motivo ao senhorio para a despejar e sabia que não podia sub-locar. Estava lá escrito no contrato. Nunca antes vivera com um estranho. Preferiria que fosse uma mulher. Mas quando se precisa não se pode escolher.

Ele dissera-lhe que trabalhava numa empresa. Divorciara-se recentemente e a mulher ficara com a casa. Era muito fechado excepto quando falava na ex-mulher: “Ela nunca trabalhou, só gastava o dinheiro dele e com outros homens.” Pingava ódio das suas palavras, os olhos ficavam-lhe mais brilhantes e pequenos atrás das lentes grossas.

Veio então a noite em que chegou muito tarde, quando ela já estava deitada. Ouviu‑o a lavar-se e a pôr de seguida a roupa que trazia na máquina de lavar. Na manhã seguinte comentou, melhor, determinou, que a partir dali ela não entrava mais no quarto dele, seria ele a limpar o quarto. Para se assegurar, fechava-o à chave quando saía.

Sobre a ex não disse mais nada, além de que desaparecera. E disse-o com um meio sorriso.

Ele não sabia que ela tinha outra chave e um dia não resistiu. Quando ele saiu para o trabalho foi lá. Parecia tudo em ordem, até que reparou que havia sangue nuns sapatos dele. Ele tinha morto a ex-mulher!

Nessa altura ouviu que ele regressava, ter-se-ia esquecido de alguma coisa. Não ia ter tempo de sair.

O bip de uma mensagem fê-lo parar na entrada e ele ir vê-la, deu‑lhe o tempo que precisava para sair e fechar a porta do quarto.

Também por mensagem chamou ela a polícia e fugiu da sua casa até que o prenderam.

Hóspedes assim nunca mais.

 

Desafio de Escrita dos Pássaros # 2.9: Tive uma ideia


redonda

 

Tive uma ideia

(mini-mini texto com memórias)

 

Quando eu era criança, uma vez fui ver com a minha mãe a definição de "Idiota" num Dicionário e, entre outras, estava lá: "alguém que tem muitas ideias".

Tornou-se depois algo entre nós, se eu dissesse que tinha tido uma ideia ou alguém o dissesse, responder-se que era muito idiota, brincando com o outro sentido.